0
0 In Beleza/ Moda Inteligente/ Reflexão/ Top

Moda Inteligente e Consciente

consumismo

Tirando a teia de aranha por aqui, quero falar um pouquinho sobre M O D A.

 

Quem já falou comigo sobre o assunto sabe que entrei no universo da moda pra mostrar que ela não nasceu pra ser fútil. Pelo contrário, ela veio pra determinar postura ou posição social, veio pra quebrar paradigmas, veio para tornar evidente aos olhos o seu pensamento, sua personalidade, veio pra falar quem você é.

Me dizer que isso é futilidade, sinto informar que você precisa (#praontem) atualizar suas ideias.

Saber se vestir adequadamente é dizer para o mundo (o seu mundo e quem o rodeia) como se posiciona, o que você pensa, a importância que você dá àquela situação… e mais infinitas formas de expressão.

 

Sabemos que a moda é cíclica. Sempre um ideia volta repaginada, mas esse movimento está cada vez mais rápido e isso gera consequências, algumas nem tão positivas assim, como o consumismo exacerbado.

Significado de Exacerbar. v.t.d e v.pron.Tornar ou tornar-se acerbo, áspero, violento; exasperar: a ingratidão dos amigos exacerbou-o; suas anomalias patológicas se exacerbaram. Agravar-se; tornar-se mais intenso ou forte: os insultos exacerbaram o delegado; exacerba-se com mentiras.

O exagero 'cancerígeno' desse consumismo descontrolado é o descarte acelerado. E infelizmente, não estou falando só de vestuário, podemos considerar que ele é atribuído a T U D O que usamos ou que compramos. 

Podemos quase generalizar e falar que não há mais bens duráveis. Esse movimento giratório, faz com que o interesse se perca muito fácil e então surja um novo interesse por algo mais atual e isso aconteça de novo e de novo e assim vai… Como resultado, para que as empresas consigam acompanhar esse ritmo, as coisas perdem qualidade e, portanto, são feitas mesmo para não durar. 

Você consegue pensar em algo durável que se possa passar de geração em geração como há alguns anos atrás? O carro sai de moda (isso se não começar a dar defeito em pouco tempo de uso), a decoração daquele cômodo já fica logo defasada, a roupa já saiu de 'moda' quando chega às prateleiras, porque uma nova coleção já está sendo pensada e processada.

Ufa. Fico cansada só de pensar em acompanhar toda essa aceleração à 1000/hora.

Em paralelo a gente escuta muito falar de SUSTENTABILIDADE mas não entra na caixola que simples atitudes cotidianas também influenciam num mundo futuro possivelmente melhor. Vai tomar banho? "Abro o chuveiro pelo menos 5 min antes e deixo a água rolar esquentando". Oi? Podemos falar muito sobre o simples fato de tomar banho, usar o banheiro, lavar as mãos. Ainda estamos muuuuito inconsequentes. Ficamos presos dentro da nossa 'casinha', achando que se fulano não faz a parte dele, por que eu devo fazer?!

A começar em mim, por mim e de mim, o mundo pode ser melhor para meus filhos, meus netos, e a minha geração futura e até pra mim.

Com a moda vestuária (e geral) não pode ser diferente.

Nossa compra e sua usualidade precisa ser inteligente, precisa ser consciente

Como fazemos isso?

Moda Inteligente e Consciente 

Separar o que não usa e te dou duas opções para esse descarte ser inteligente: brechó, venda seus itens, ou doação, dê a quem precisa.

Pensar antes de comprar. Não deixe se levar por um preço baixo (falou que é promoção os olhos brilham) ou por ser a ultima peça. Um dica TOP nesse quesito é pensar antes de provar. Gostou da peça? Então pratique 5 passos indispensáveis antes de levar pra cabine, se passar nos 5 passos você pode comprar sem medo.

1. Há uma relação de custo-benefício? Vale a pena o investimento entre o valor gasto e quantas vezes vou usar essa peça?

2. Consigo combinar essa peça a 4 looks com o que já tenho em casa (não vale incluir outra que esteja na mesma compra)

3. Nesses looks, consigo adequar a mais de uma situação? Ex.: evento dia, noite, trabalho, lazer, praia, esporte.

4. Tenho alguma peça semelhante ou com a mesma usualidade?

5. Eu preciso mesmo dessa peça?

Fazendo essas perguntas pra si mesmo, já vai trazer reflexão e importância para aquele produto que está pensando em adquirir. Fato: já deixei de levar muitas peças me fazendo essas perguntinhas. Muitas vezes parei na primeira.

Te desafio a fazer propósitos de consciência que te estimulem a 'gastar menos' e usar de forma consciente e, portanto, inteligente, o seu dinheiro.

Ex.: Entrar no box e abrir o chuveiro, usando a água fria que cai primeiro para lavar o rosto e colo.

 "O ideal é nunca lavar o rosto na água quente, porque ela remove o manto hidrolipídico, uma camada de proteção natural que deixa a textura da pele mais suave. Diante disso, a água em temperatura muito elevada provoca um ressecamento e piora a hidratação cutânea

Desafio aceito?

#beijotchau

wink

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply